23 janeiro 2012

Manifestação Crueldade Nunca Mais, eu fui!

Hello, ghatas!

Hoje vou deixar de lado a resenha que costumo fazer toda segunda-feira e falar de um assunto muito importante. O post é longo, mas a causa é nobre. A crueldade e maus tratos aos animais tem sido matéria constante em telejornais e cada dia está crescendo mais as ocorrencias. Ontem aconteceu na Avenida Paulista a Manifestação Crueldade nunca Mais e só assim pudemos ver o tamanho da indignação de todos, pois reunir num domingo, 30 mil pessoas para lutar pelos direitos dos animais, não é brincadeira! Chegou a hora de lutar pelos nossos amiguinhos e dizer BASTA! 




A enfermeira ASSASSINA!




Todos ajoelhados,  pedindo pelos direitos dos animais.


A obra parou, pedindo justiça animal!


O engraxate deixou de lado o trabalho, para lutar pelos direitos do seu amiguinho.


30 mil pessoas pedindo JUSTIÇA!


A lei contra maus tratos, violencia, abandono e mutilação de animais silvestres, domésticos e domesticados já existe, o que falta é vergonha na cara e fazê-la cumprir. Hoje se você for a uma delegacia dar queixa de maus tratos animal, o pessoal dá risada da sua cara, é sério, como se aquilo não tivesse importancia nenhuma. Só que eles se esquecem que uma pessoa que tem coragem de matar ou mutilar friamente um animal, é capaz de fazer maldade com qualquer um, seja ele animal, homem, mulher ou criança. Bem sabemos que a maioria dos assassinos em série, cometiam atos crueis com animais e até mesmo "brincavam" de matar na infância. Não é ficção de filme policial hollywoodiano não, é a realidade. Basta perguntar a qualquer psicólogo ou psiquiatra. Toda vida é importante, caso contrário,  Deus não teria perdido o tempo Dele na criação. 

Mais informações:
"Artigo 32 da Lei Federal nº. 9.605/98
È considerado crime praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, doméstico ou domesticados, nativos ou exóticos.
Pena - Detenção de 3 (três) meses a 1 (um) ano e multa.
Parágrafo 1°. - Incorre nas mesmas Penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animais vivos, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
Parágrafo 2°. - A Pena é aumentada de 1 (um) terço a 1(um) sexto, se ocorrer a morte do(s) animal(s)."
Os atos de maus-tratos e crueldades mais comuns são:
  • abandono;
  • manter animal preso por muito tempo sem comida e contato com seus donos/responsáveis;
  • deixar animal em lugar impróprio e anti-higiênico;
  • envenenamento;
  • agressão física, covarde e exagerada;
  • mutilação;
  • utilizar animal em shows, apresentações ou trabalho que possa lhe causar pânico e sofrimento;
  • não procurar um veterinário se o animal estiver doente;
Isto serve para os animais domésticos mais comuns como cães, gatos e pássaros, também cavalos usados em trabalho de tração (aquelas carroças muito comuns nas ruas de grandes cidades), além de animais criados e domesticados em sítios, chácaras e fazendas. Animais silvestres estão inclusos nessa Lei, possuindo também Leis e Portarias próprias criadas pelo IBAMA.
Assim que o Policial ou Escrivão ouvir seu relato sobre o crime, a ele cabe cumprir a instauração de inquérito policial. Se ele se negar a fazê-lo, sob qualquer motivo, lembre-o que ele pode ser responsabilizado por crime de prevaricação e negligência, previsto no Art. 319 do Código Penal que diz: "È crime retardar ou deixar de praticar indevidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa da lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal." Exija falar com o Delegado responsável, que tem o dever de lhe atender e de fazer cumprir a Lei. Faça valer seus direitos e o daqueles que não podem falar e sofrem em silêncio!
Caso ainda assim não consiga atendimento satisfatório, denuncie! Denúncia ao Ministério Publico - SP Tel.: (11) 6955-4352. Para tanto, anote o nome e a patente de quem o atendeu, o endereço e número da delegacia, o horário, data e faça um relato em duas vias, pedindo para protocolar uma delas. Se você estiver acompanhado de alguém, este poderá ser sua prova testemunhal para o encaminhamento de queixa ao MP.
Tudo o que você conseguir como fatos e provas devem ser anexados junto à ocorrência para auxiliar no seu B.O.: relatos de testemunhas, fotografias, laudo veterinário, placa do carro que abandonou o animal, etc.
Uma questão muito comum: " - Tenho medo de denunciar pois isso poderá causar problemas para mim e para as testemunhas, como ameaças, agressões, etc". Sobre isso, leia abaixo:
Você não será o autor do processo judicial que porventura seja aberto a pedido do delegado.
 Preste atenção: o Decreto 24.645/34 diz, em seu artigo 1° e 2º (parágrafo 3°):
  1. "Todos os animais existentes no País são tutelados pelo Estado";
  2. "Os animais serão assistidos em juízo pelos representantes do Ministério Publico, seus substitutos legais e pelos membros das Sociedades Protetoras dos Animais"

    Fonte: Folheto do Instituto Nina Rosa (09/2002) e texto baseado no original da Advogada, Sra. Maria Cristina Azevedo Urquiola.
    "Pudera este  folheto ser item obrigatório em todas as escolas do Brasil!"

    Frases:

    "Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante." - Albert Schwweitzer (Nobel da Paz - 1952)

    "Todas as coisas da criação são filhos do Pai e irmãos do homem... Deus quer que ajudemos aos animais, se necessitam de ajuda. Toda criatura em desgraça tem o mesmo direito a ser protegida." - São Francisco de Assis 

    "A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados." - Mahatma Gandhi

    "Um homem só é nobre quando consegue sentir piedade por todas as criaturas". - Buda (563? - 483? A.C.)
       
    "Olhe no fundo dos olhos de um animal e, por um momento, troque de lugar com ele. A vida dele se tornará tão preciosa quanto a sua e você se tornará tão vulnerável quanto ele. Agora sorria, se você acredita que todos os animais merecem nosso respeito e nossa proteção, pois em determinado ponto eles são nós e nós somos eles." - Philip Ochoa

    "Ninguém pode se queixar da falta de um amigo, podendo ter um cão." - Marquês de Maricá 

    "Eu temo pela minha espécie quando penso que Deus é justo." - Thomas Jefferson 

    Você leu e ficou sensibilizada? Então faça a sua parte. Agora é com você!

     P.S. Confesso que foi muito dificil escrever esse post com os olhos cheios d'água :(

    Beijos, 
    Dany Bello 
     
        

3 comentários:

  1. Pooooxa que legal!!!
    Eu fui na daqui de Recife tbm! Mas aqui o movimento ainda tá devagar!
    Mas se fosse só uma pessoa na rua, já seria importante! Os animais PRECISAM de nós pra falarmos por eles!!!
    Parabéns por ser uma pessoa consciênte!

    Beijos

    http://sarahcadosh.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo post DANY! .. Perfeito' ..
    O mundo precisa de mais pessoas assim!
    =D

    ResponderExcluir
  3. Oii Danyyy e Jeremias, aqui também teve mas não senti essa força que vi nas fotos que vc trouxe aqui hoje. Adorei as imagens registradas, com certeza nossos fofos precisam de respeito, aliás o ser humano precisa ter mais amor pela natureza,o que é mais difícil né, por isso precisamos recorrer as leis. Dany morri aqui vendo a mulher caracterizada daquela enfermeira assassina. Muito bom Dany.

    BEijoooos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!! Todos os recadinhos serão respondidos!!

Blog Espaço Gattena, por Dany Bello - Todos os Direitos Reservados (C)

Design by Colorize